Filme: Águas Perigosas (The Shallows) [Review]

www
Saudações Unicórnios! Recentemente fui ao cinema e havia duas opções: Esquadrão Suicida ou Águas Perigosas. Eu e a pessoa com quem fui optámos por ir assistir o filme também conhecido como "The Shallows" e posso dizer com muita certeza que não me arrependo nada. Então parem de falar do Esquadrão Suicida um bocadinho e parem para ler uma review deste filme que, infelizmente, não está a ter o conhecimento que merece.

Não tem spoilers podem ler à vontade.


Informações


Texto e imagem de: www

Género: Drama, Suspense, Thriller
Data de estreia: 11/08/2016
Título Original: The Shallows
Realizador: Jaume Collet-Serra
Actores: Blake Lively, Óscar Jaenada, Angelo Jose
Distribuidora: Big Picture Films
País: EUA
Ano: 2016
Duração (minutos): 86

Sinopse:
No intenso thriller ‘Águas Perigosas’, Nancy (Blake Lively) está a surfar numa praia isolada quando é atacada por um tubarão branco, ficando presa num rochedo a curta distância da costa. Embora a apenas 200 metros da sobrevivência, atravessar essa distância provará ser o derradeiro desafio.



Opinião


Geral


Para além de ter pensado vezes consecutivas durante o filme: "Se fosse eu já tinha morrido", o que me veio à cabeça no final foi que este demonstra que não é preciso envolver "paranormalidades" e homicídios para se fazerem bons sustos e um bom thriller.

Pessoalmente, desde pequena que nunca fui muito adepta de filmes com tubarões, mas este é diferente e original (apesar de eu já ter lido reviews que dizem que não presta, e até li uma que comparava este com 127 Horas apenas pelo simples facto de a personagem ter ficado presa numa rocha, lembremos que o cérebro humano está apto para reproduzir ideias, e Collet-Serra conseguiu, na minha opinião, fazê-lo de forma original), e é isso que o distingue dos demais.

Águas Perigosas é capaz de dar ao espectador um misto de emoções quase incontrolável. Ao mesmo tempo que torcemos para que a personagem principal cumpra o seu objetivo, ficamos com medo que ela não consiga embora saibamos que provavelmente vai, de facto, chegar onde quer. O filme tem um suspense "sorrateiro" que está sempre presente mas não se sente, umas vezes é mais intenso e outras menos, mas ele sabe quando agir.

História e Personagens

www
A história não é muito elaborada, basicamente, Nancy (Blake Lively) é atacada por um tubarão-branco enorme enquanto faz surf numa praia remota no México. Ela consegue abrigar-se numa rocha e através os seus conhecimentos tenta sobreviver o máximo de tempo possível.

Mas algo que eu achei particularmente fofo, foi a pequena gaivota que ficou com ela durante todo o desenrolar do filme, e que inclusive, ela chamou de Steven Seagull. Ele estava lá porque sentia o perigo na água, e mesmo quando podia voar permaneceu ao lado dela como agradecimento. Foi super querido, principalmente porque ele parecia um cão.

E o filme nem precisa de uma história elaborada porque o seu foco é o desenvolvimento físico e mental da personagem enquanto ela tenta sobreviver a todo o custo. Apenas isso é capaz de dar emoção, ação e suspense suficientes para fazer um filme inteiro.

A Nancy revelou-se como sendo uma pessoa muito forte e inteligente (ou badass como preferirem chamar), resumidamente, revelou ali um girlpower imenso que me faz querer dizer "Grande mulher!". Também mostra que nunca se deve desistir, e que, na maioria das vezes, conhecimento e inteligência são muito mais importantes que forma física.

Quanto às outras personagens, que por sinal são poucas, achei-as meio idiotas sinceramente. Com exceção do menino que aparece no início, que apesar de, provavelmente, não perceber nada de inglês compreendeu o que se estava a passar.

Produção


Quando o assunto são filmes com tubarões uma pessoa já fica relutante, isto porque ou não são intensos o suficiente para colarem alguém ao ecrã ou não são tão realistas como deviam para dar medo.

Isso não acontece com Águas Perigosas, porque tem sim o tal realismo que contribui para a intensidade. O tubarão parece muito real (demasiado real) e dá mesmo medo, não só pelo seu tamanho como pela ferocidade.

Mas o que deu os famosos sustos (ou jumpscares) foi o som. O filme teve uma boa banda sonora e bons efeitos, porque estes sim, são o verdadeiro motivo porque o espectador rói as unhas de ansiedade. Se bem que, não sendo visto no cinema, pode não ter o mesmo efeito, então caso prefiram ver em casa eu recomendo que o façam com os auscultadores bem altos e no escuro.

Curiosidades

www
O filme apresenta inúmeros factos, nomeadamente científicos mas também geográficos. Eu fui pesquisar sobre a legitimidade dos mesmos, heis o que encontrei:
  • A "ilha da mulher grávida" de que se fala no filme, não se situa no México, mas existe não muito longe de lá. Situa-se em Huahine (Polinésia Francesa) e pode ser vista da cidade de Fare.
  • No filme, tubarões aparentam ter medo de medusas, na verdade, não encontrei informações sobre isso. Mas diz-se que têm medo de golfinhos embora não esteja cientificamente provado. No entanto, as medusas que apareceram eram elétricas, o que podia ser um motivo de afastamento do animal.
  • A história começa quando a personagem avista uma carcaça de baleia a flutuar no oceano. Por entrar na área de alimentação do tubarão ela é atacada. Os tubarões-brancos são, de facto, capazes de atacar baleias sendo que estas fazem parte da sua dieta.
  • Apesar de haver alguns ataques durante o filme, os humanos não fazem parte da alimentação dos tubarões-brancos. É possível ver que algumas personagens não foram comidas inteiras. Isto porque ele apenas estava a defender o seu alimento. Considerou os humanos como possíveis predadores e atacou-os, mas não os comeu inteiramente. De acordo com alguns estudos acredita-se que a carne humana é desagradável para estes animais, e essa é a razão pela qual durante os poucos ataques que se dão por ano, as vítimas não costumam acabar comidas no seu todo, geralmente ficam sem membros.
  • O tubarão-branco ataca fazendo emboscadas, ou seja, nadando em volta da vítima sorrateiramente e quando vai atacar sobe rapidamente e morde. Esta ação vê-se constantemente ao longo do filme.
Fontes: www www www www www

Avaliação: ★★★★★  


Espero que tenham gostado do post! Acharam o filme interessante? Já viram? Ou estão a pensar em ver? Digam nos comentários!

Sem comentários:

Enviar um comentário