[K-Drama] 'What Happens to My Family?' - Review



Saudações Unicórnios! Acabei mesmo agora de ver o último episódio deste k-drama chamado "What Happens to My Family?", é um drama grande, com muita comédia, algum romance e demasiadas emoções (acreditem, chegam ao meio e já não passam um episódio inteiro sem chorar). Ensina uma grande lição para a vida e recomendo imenso que vejam.

Para saberem mais cliquem em "Ler Mais"!

Personagens e Sinopse

O drama tem dois focos principais, não há propriamente uma personagem principal, mas eu diria que as personagens que mais são relevantes da história são Soon Bong, os seus 3 filhos, Kang Jae, Kang Shim e Dal Bong, e Seo Wool que começa a viver com a família por algo que vou já contar (não é spoiler, a história começa assim mesmo).

www
Kang Jae é um médico bem sucedido e muito frio em questões sentimentais, não tem qualquer tempo para a família ou até para ele mesmo sendo que se dedica exclusivamente ao trabalho, mais tarde recebe uma proposta que vai mudar a sua vida (óbvio que não vou contar, seria spoiler).








www
Kang Shim também é viciada em trabalho, é uma secretária de um chefe de uma empresa que a elogia imenso pela sua dedicação e eficácia, trabalha nessa empresa há 15 anos. Da mesma forma que Kang Jae ela não tem tempo para a família, mas em questões sentimentais não é fria, mas está sim meio que "traumatizada" então diz que quer ficar sozinha e apenas concentrar-se no trabalho. Isto é, até que a sua "concentração" é impedida por alguém.






www
Dal Bong, é o mais novo, a mãe dele morreu no parto e ele sente que a sua vida não tem qualquer sentido, não sabe o que fazer com ela e não tem objetivos de carreira por assim dizer. Um dia aparece Seo Wool, que diz que quando eles eram crianças, ela o salvou de se afogar e que depois disso ele prometeu que iria casar com ela no futuro, e agora ela estava lá para que ele cumprisse a sua promessa. Apesar de Dal Bong não se lembrar de fazer tal coisa, ele acaba por a acolher em casa dele e rapidamente ela conquista os corações de toda a família.





Temos ainda Soon Geum, irmã de Soon Bong (e portanto tia de Kang Jae, Kang Shim e Dal Bong), e mãe de Young Seol que tem um marido chamado Joong Baek e uma filha que nunca aparece, não vale a pena mencionar.

E temos Eun Ho, que de certa forma também se relaciona com a tal promessa que "o Dal Bong fez à Seo Wool", porque ele estava lá nesse dia também, ele e Dal Bong eram amigos de infância, o que acontece é que ele começa a sentir-se atraído por Seo Wool (pronto já estão a ver a treta não é?).

Há muitas outras personagens que não posso mencionar agora (pelo menos o seu enredo) porque... seria meio que spoiler(?) (para quem já viu o drama vou dar a minha opinião final numa secção com aviso de spoiler ok?).

Aqui está um trailerzinho ;3 (legendas em inglês, podem ver o drama no canal da KBS mesmo, eles têm lá com boa qualidade e legendas, eu nem sabia, agora é que soube, vou deixar aqui a playlist, tem tudinho).


Elementos [Comédia, Romance, Drama]

Definitivamente a parte da comédia pertence a Kang Shim, Tae Joo, Young Seol e Joong Baek, mas nessa parte tenho de dizer que o Tae Joo foi o meu preferido, ele é uma personagem, super engraçada, conseguiu tornar os momentos mais dramáticos e românticos em cenas muito divertidas, uma das minhas personagens preferidas inclusive (logo a seguir de Miss Go que só aparece quase no final do drama e tem um papel muito especial, mas só vou falar dela na parte dos spoilers).

Quanto ao romance, embora esteja presente em quase todas as personagens, Dal Bong, Seo Wool e Eun Ho definitivamente são o foco principal, acho que é óbvio, triângulo amoroso, né.
E quanto ao drama, Soon Bong, definitivamente, ainda não recuperei, chorei muito às custas desta personagem e... é melhor nem dizer mais nada ;-;

Opiniões Gerais [Spoilers]

Agora sim, posso expressar-me livremente. O final foi bem previsível, com exceção de Kang Jae e Hyo Jin, eu sempre pensei que ele ia acabar por se divorciar e ficar com a outra, mas no fim ele acabou por se apaixonar pela Hyo Jin aparentemente, não sei bem o que aconteceu ali, de acordo com o drama o casamento faz milagres, era isso que eles queriam dizer? Não tenho nada contra a Hyo Jin, acho que ela estava psicologicamente bem representada, tinha uma atitude de menina rica do papá que nunca fez nada na vida, e gostei de ver a evolução dela, passou a pensar por si mesma e a ser independente e eu gostei imenso disso.

O final do Dal Bong e da Seo Wool também foi previsível, assim que o Soon Bong morreu eu já estava a prever que o Dal Bong e a Seo Wool se iriam casar mais tarde.

Kang Jae foi um idiota durante mais de metade do drama, e só quando ele abriu os olhos para a vida é que eu comecei a gostar, mais ou menos, dele (embora eu no fundo seja muito parecida com ele em termos psicológicos XD).

Eu não sei bem porquê, mas quando comecei a ver o drama e vi a atitude dos filhos de Soon Bong perante o pai a primeira coisa em que pensei foi "Ele deve morrer, ou vai acontecer-lhe alguma coisa, isto vai dar uma volta, tenho quase a certeza". Bom, estava certa.

Este drama ensina algo importante, dar valor às pessoas que te amam e que tu amas enquanto ainda podes e enquanto elas estão perto de ti, porque toda a gente morre um dia, e não sabes quanto tempo sobra porque a qualquer momento qualquer coisa pode acontecer e essa pessoa pode ir-se embora mais cedo que o esperado, o mesmo aplica-se à própria vida, fazer o que se quer sem medos antes que seja tarde de mais. Gostei imenso do drama, apesar de dar demasiada ênfase ao casamento e aos filhos como algo que "é necessário" (o que ainda está demasiado enraizado na cultura da Coreia do Sul), e de ter muito aquela ideia de que é sempre melhor que o filho seja um rapaz (eles diziam constantemente, "quem me dera que fosse um rapaz" ou "espero que seja um rapaz", que a mulher fica em casa (embora Kang Shim e Seol Hee quebrem esse estereotipo, apesar de Kang Shim ser apenas uma secretária, tem uma carreira elogiada e prestigiada, todos na empresa a respeitam e o próprio chefe valoriza-a muito, e Seol Hee é uma mulher poderosa, ainda que interesseira mas que conseguiu viver e tomar conta de um negócio e de uma filho praticamente sozinha, consegue tudo o que quer e apesar de ser manipulativa é um bom exemplo de girl power, pela carreira de sucesso e pela riqueza que conquistou).

Tae Joo, para além de ter uma personalidade super engraçada, também se revelou como sendo inteligente, e com um pensamento, talvez, demasiado avançado para a sociedade em que vive, sendo que ele achava o casamento desnecessário (como eu) quando todos à sua volta quase que o empurravam para esse destino, no fim acabou por se casar com Kang Shim para que o pai dela pudesse ver a sua filha casar. Ele não se arrependeu mas acho que foi meio indiferente.

Fim dos spoilers! \o/


Deu para ver também que a gravidez (e até o sexo) antes do casamento ainda é algo muito "olhado de lado" pelos coreanos, é visto como sendo uma coisa horrível e desonrosa para a família e é algo chocante (mais valia a pena colocarem cintos de castidade nos jovens se calhar era mais eficaz), ainda assim, as gerações mais jovens do país já começaram a notar essas "tradições" e não vivem muito de acordo com elas, namoram mais livremente (embora não me pareça que seja como aqui em que os casais se beijam nas ruas), no máximo dão um abraço em público né :v

Mas se gostam de dramas onde os personagens se beijam mais do que uma vez, este é o indicado (eu sei como só um beijo ou até nenhum irrita, abraços não chegam para saciar a sede de shipp).

E o que acharam? Já viram o drama? Se sim gostaram ou discordam de algo que eu disse? Se não, estão a pensar ver? Digam nos comentários!

Sem comentários:

Enviar um comentário