Jogo: Amayado Bus Stop (Paragem de Autocarro Amayado) [Review]

Saudações Unicórnios! Já há muito tempo que eu tinha aqui este jogo para dar uma vista de olhos e fazer uma review e estava sempre a adiar. Finalmente resolvi jogar e aqui está a minha review, espero que gostem!

(Sobre a perda de seguidores parece que é uma coisa geral, pelo que ouvi dizer o Blogger retirou as opções de seguir por Twitter e Yahoo e por isso os que seguiam por essas redes deixaram de seguir... é isso, estou mais "descansada").
Amayado Bus Stop (Paragem de Autocarro Amayado) é um jogo feito em RPG Maker e fala sobre uma paragem misteriosa onde pessoas desaparecem, uma paragem que guia as almas dos mortos para o outro mundo permitindo-as descansar em paz. A protagonista é uma menina que sofre de bullying chamada Chitose que certo dia conhece outra menina chamada Kobato.

História

"É aquela história de como um estudante de outra escola
recentemente desapareceu, certo?"
Gostei muito da história, apesar de ser original não foge ao que é típico de se ver num bom jogo feito em RPG Maker (enigmas, mistério, etc.). O caráter das personagens também está bem desenvolvido sendo que cada uma tem a sua visão do mundo e uma maneira de pensar muito própria que se reflete nos seus atos e diálogos.
De qualquer forma é uma história que é capaz de atrair o jogador do início ao fim do jogo.

Jogabilidade

Comparativamente com outros jogos deste tipo, Amayado Bus Stop é bem desafiante. Os enigmas relativamente fáceis são compensados pelas perseguições e batalhas complicadas que acontecem com muita frequência. É necessária muita exploração como em quase todos os jogos deste tipo para fazer progresso no jogo.

A Minha Experiência

Eu apanhei muita (mas mesmo muita) rage com este jogo e aprendi uma lição importante, salvar as garrafas de água para quando for mesmo necessário. As coisas que mais me custaram foram de facto as perseguições e a batalha (vi a Chitose a morrer umas 100 vezes só aí).
Enquanto jogava tive sempre aquela sensação de ansiedade por não saber se devia ou não salvar, sobre o que ia acontecer a seguir, porque basta não ter cuidado a andar que é possível morrer quase instantaneamente (aconteceu-me umas duas vezes), então se forem jogar certifiquem-se de que pensam e prestam atenção ao que vos rodeia antes de andar ok?

A Minha Experiência (Finais) [Spoilers]

"Final Feliz: 'A viver juntas' "
O primeiro final que eu consegui foi o feliz que eu simplesmente amei. Escolhi a opção que dizia que a Kobato é a minha (da Chitose) preciosa amiga, isto porque uma coisa que eu aprendi em jogos de RPG Maker é que quando tomamos as nossas decisões não devemos pensar como se fossemos nós mas sim no que a personagem de facto faria e só assim é possível alcançar os bons finais. Ambas as opções se adequavam ao pensamento da Chitose mas eu escolhi a segunda pois achei que essa era a que mais se adequava já que ela tinha dito anteriormente que a Kobato era a sua preciosa amiga mas que não seria capaz de morrer por alguém por mais amiga que essa pessoa fosse.
Voltei atrás depois para ver como era o final verdadeiro, não foi mau mas também não foi bom, a Chitose sacrifica-se para que a Kobato possa apanhar o autocarro, elas morrem e ficam juntas. Sinceramente não achei essa a melhor solução embora fosse a mais "realista" e óbvia.
Não tive problemas com o mau final, apanhei todos os 12 fragmentos, achei-os fáceis de encontrar, mas uma pessoa que não esteja habituada a jogar este tipo de jogo não teria essa facilidade e era provável que acabasse com o mau final.

Avaliação

★★★★