Porque é que eu gosto de k-pop? Quais são os aspetos que mais aprecio?

Saudações Unicórnios! Sim, eu vou tocar no assunto embora eu seja uma k-popper "iniciante" (então se eu errar alguma coisa corrijam nos comentários por favor que eu atualizo logo o post!).

Como muitos de vocês devem saber, eu sou k-popper (e com orgulho, olha só aqueles coreanos lindos e talentosos oh), e eu decidi fazer um post a explicar porque aprecio mais a música da Coreia do que a música americana. Quero ainda realçar que embora já tenha tido a minha fase "pop americano mainstream" agora estou mais virada para o rock (um pouco curiosa com o indie também mas não ouço... ainda). Mas passemos para o que interessa, k-pop.

Ultimamente o género musical que mais tenho ouvido é k-pop e mesmo que digam "ah é só mais uma boyband/girlband" eu direi "não" porque vamos aqui ver uma coisa:



  • Primeiro que tudo vamos definir os conceitos de "banda" e "grupo", para mim, uma "banda" é um conjunto de pessoas que tocam instrumentos (também há isso no k-pop, sem dúvida), e um "grupo" é um conjunto de pessoas que atua mas não toca instrumentos em palco (ou raramente toca), pronto, mas estes são os meus conceitos, cada um com o seu!


Depois há coisas que acontecem na industria musical coreana que não acontecem na americana como:

  • Respeito entre os artistas, se vocês observarem bem, os artistas coreanos normalmente respeitam-se muito uns aos outros (principalmente se for entre alguém mais novo e alguém mais velho, por questões culturais claro), e têm uma competitividade saudável e exemplar. (E depois na América vê-se cenas do tipo "Miley Cyrus fala mal da Nicki Minaj numa entrevista e a Nicki chega lá ao palco e diz à frente de toda a gente "Miley what's good?").
  • Não é qualquer um que pode ser famoso, ao contrário da música americana em que pode chegar lá um gajo que não sabe nem cantar, nem dançar, e diz lá umas coisas sem sentido e depois mete-se nas drogas, etc., na indústria musical coreana as coisas não funcionam assim. Primeiro, as bandas e os grupos são formados na sua maioria por companhias e não pelos próprios membros, e os artistas vão para lá muito novos para treinar durante anos, aprendem e melhoram, a dança, o canto, e as capacidades linguísticas e instrumentais, ou seja, eles são preparados para a fama (de certa maneira podemos dizer que aquilo funciona como uma máquina de fazer famosos, infelizmente), depois eles são colocados em bandas ou grupos e começam a atuar, então para que alguém seja famoso precisa de trabalhar muito mesmo (e novamente por questões culturais os coreanos trabalham imenso).
  • Mesmo que haja artistas a solo na música coreana, a maior parte atua simultaneamente ou exclusivamente em grupos ou bandas, isso faz com que haja um apreciado trabalho de equipa entre os membros, que se organizam entre si e em muitos casos vivem até juntos, todos num dormitório ou casa. Assim num grupo não se pode contar que todos sejam perfeitos, cada um tem a sua especialidade e isso faz com que nada falte, um pode ser melhor a dançar, outro pode ser melhor a cantar, outro pode ser melhor rapper, e pode até haver outro que seja o mais bonito e portanto será o que mais vai representar o grupo quando se trata de sessões fotográficas ou coisas que envolvam aparência, normalmente há também um líder na banda ou no grupo.
Embora o k-pop tenha os seus defeitos, a indústria americana é muito mais "desregulada", eu diria que na América é "cada um por si", e na Coreia não é bem assim, pois estando os grupos sob o controlo de uma empresa (o que pode ser mau naqueles casos em que mais parece escravização) eles tendem a não perder tanto a sua privacidade e sanidade (é raro que se metam em drogas ou coisas assim), só não direi que não se sentem pressionados pois mesmo que eles tenham privacidade, a sociedade coreana é maioritariamente superficial, é possível alguém não entrar num grupo apenas por ser feio, ou "arranja" e faz uma plástica, ou não entra. E muitas pessoas tendem a criticar isso e a dizer "aah é por isso que não gosto de k-pop" mas se pararem para pensar, na América acontece exatamente o mesmo! Quantas celebridades não fizeram plásticas? A única diferença é que no ocidente isso está disfarçado e lá no oriente não está tanto.

E vocês? Ouvem k-pop? Qual é o género musical que mais têm ouvido no momento? Digam aí nos comentários!

4 comentários:

  1. Não sabia que existia tanto empenho nesses grupos, nem que a industria musical coreana e amare cina são tão diferentes assim. Eu não gosto muito de k-pop, mas admiro esse esforço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que há muitos artistas americanos que também trabalham muito, mas o empenho e o esforço é muito mais visível e apreciado na indústria coreana.

      Eliminar
    2. A questão cultural que você mencionou, entendi. Olhando por esse ângulo os artistas americanos devem sofrer um pouco, talvez alguns deles não se sintam tão apreciados.

      Eliminar
    3. Na verdade não é bem isso, pois os artistas americanos são mais conhecidos que os coreanos, portanto acho que eles não se sentem mal.

      Eliminar