Falta de motivação ou cansaço? Porque é que os blogues acabam?

Saudações Unicórnios! Vou fazer aqui um postzinho sobre blogues, mais precisamente sobre o fim dos blogues (espero que seja breve porque tenho de ir estudar História, tenho teste para a semana e preciso de trabalhar muito porque a média para o curso que quero é muito alta T-T).
Bom, agora mesmo eu estava a ler alguns blogues que acompanho e lembrei-me que havia alguns que eu não via ativos já há algum tempinho, então resolvi ir à lista de blogues que sigo, visitar todos e deixar de seguir os que não estavam ativos há 2 meses ou mais.
Até aqui tudo bem, a minha grande surpresa foi quando acabei de fazer esta "limpeza". Antes eu seguia mais de 80 blogues e agora sigo por volta de 31... fiquei triste porque houve alguns deles que tinham um post de despedida em que as autoras diziam que: ou não tinham tempo, ou que já não tinham ideias, ou até que tinham crescido e ser blogger já não significava nada para elas. Eu realmente fiquei com muita pena, alguns desses blogues até eram muito bons e eu adorava sempre ler o que havia de novo, sendo ou não diferente daquilo que era normal ser postado lá, mas enfim, eu entendo.



Comigo passa-se uma situação semelhante mas é como se fosse um ciclo vicioso, não sei se é por eu ainda estar a crescer ou se é da minha personalidade mesmo, eu NUNCA consigo manter um blogue durante muito tempo (acho que o máximo que consegui foi 2 ou 3 anos mas eu passava muito tempo ausente, não havia regularidade nos posts e eu achei que assim nunca iria alcançar nada, não fazia sentido).
Parece que há medida que o tempo passa eu começo a sentir que aquilo afinal já não tem muito haver comigo e os assuntos que trato começam a sair um pouco do contexto original (não sei se me estou a fazer entender mas enfim), foi também por isso que resolvi criar este blogue, aqui eu não me vou prender num só assunto mas sim em vários, tudo o que eu goste e que possa mudar a qualquer momento, aqui eu não vou escrever só para os meus leitores, vou escrever também para mim, vai ser uma espécie de "diário" por assim dizer.
"A Vida de uma Hikikomori" para quem ainda não percebeu, é "A Vida" de quem? "De uma Hikikomori" quem é a Hikikomori? EU! Ou seja, a minha vida, e se eu deixar de ser Hikikomori algum dia (espero que sim, quer dizer, não quero ficar assim para sempre) talvez mude o título do blogue, ou talvez não para me lembrar do meu passado, para que possa "voltar atrás no tempo" e ler os meus antigos posts e talvez rir do quão estúpida eu era. Talvez este blogue seja mais um numa lista enorme de "sem sucessos", ou talvez seja desta que vou a algum lado, eu não sei, ninguém sabe, e tudo tem um fim, o que interessa é não pensar no futuro mas sim no presente, e esse é um dos grandes problemas que eu tenho... mas isso fica para outro post se não começo já aqui a fugir do assunto haha!
Então para vocês que têm um blogue ou que estejam a pensar em eliminá-lo ou algo assim, acho que não o deveriam eliminar, metam-no pelo menos privado, para que no futuro vocês possam voltar, olhar e ter alguma nostalgia.

E para terminar o post eu só queria deixar umas perguntas:
O que significa ser blogger para vocês? E se têm um blogue, para quem escrevem? Para vocês mesmos, ou para os vossos leitores?

Aguardo respostas ;3

4 comentários:

  1. Olá!
    Também tive vários blogs até chegar ao meu atual, mas não sabia nada sobre blogar na época, então foi necessário fazer tais transições.
    Na verdade, a não ser que o blog tenha um título muito específico (como "Jess Make Up" ou "Mente Literária") acho possível falar de tudo nele. Até mesmo o seu antigo acho que poderia ter abrangido mais coisa sem precisar trocar, mas se achou melhor assim, tudo bem :D
    Ninguém tem obrigação de manter blog (a não ser que esteja sendo pago pra isso), mas acho muito chato quando blogueiros somem por muitos meses sem dar a menor explicação, sem um motivo que considero plausível e depois voltam querendo o mesmo número de visitas, comentários e ainda a reclamar que a blogosfera mudou.
    Enfim, ser blogueira pra mim é parte da minha vida, um hobby que levo a sério e me traz felicidade. No meu perfil, digo pra quem escrevo: pra mim e pros outros. Não quero escrever e não ser lida, então sempre penso em todos os lados.
    Abraços~

    Nankin Dust

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohayo Saddy! Obrigada pelo comentário! Agora que penso nisso talvez as transições sejam mesmo necessárias pois representam uma evolução, tanto na forma de pensar como na forma de escrever.
      "No meu perfil, digo pra quem escrevo: pra mim e pros outros. Não quero escrever e não ser lida, então sempre penso em todos os lados." essa foi uma boa resposta hehe, talvez eu também seja um pouco assim quem sabe, ter leitores fieis e compreensivos também é uma motivação ^^
      Eu às vezes sou uma dessas pessoas que deixa o blogue esquecido sem dar desculpa porque a verdade é que eu não tenho desculpa, como muitas vezes também não tenho ideias, acho que às vezes é preciso uma pausa, se não escrever torna-se aborrecido e é quase como se fosse uma obrigação já para não falar que as ideias acabam não é?

      Eliminar
  2. Que post verdadeiro!
    Eu sempre fui desse mundo da blogosfera, mas a maior parte apenas como consumidora de conteúdo. Estou produzindo há menos de cinco meses, acho, mas já aprendi tanto...
    Acho que escrevo para mim e para quem eu gosto. Não posso dizer que não me preocupo com o que os outros pensam, mas posso dizer me preocupo com o que as pessoas que eu gosto gostam. Deu pra entender? hahaha
    O meu blog é pra ser literário, mas deus me livre me prender só a esse assunto. Lá eu escrevo sobre tudo o que me der na telha, e me sinto bem assim.

    Abraço,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que importa é que te sintas bem mesmo ^^

      Eliminar